sábado, 23 de setembro de 2017

Sou Tutóia. Me sinto idosa e cansada

A  esperança vencerá o medo

Consta no meu registro que só tenho 79 anos de emancipada, mais em outras fontes de busca sou mais idosa. Sou Tutóia, dos pescadores, de uma gente praiana que não me canso de oferecer aos meus mensageiros do mar, os recursos do alimento como: O peixe, camarão, caranguejo, ostra, sururu, marisco, camarão. Sou uma idosa e me chamam às vezes de princesinha do litoral da terra e do mar.

Meus 79 anos, como dizem por aí só reclamo que nos longos dos anos pela quantidade de comandante que me conduziram minha saúde era para está bem melhor em pleno século XXI, mas não desisto dos meus filhos, netos, bisnetos, pai, mãe, irmãos, parentes todos nascidos nesses confins do Maranhão. Somos todos da mesma raça, com a vontade de um dia encontrar quem verdadeiramente irá me valorizar. Sou idosa, mas às vezes me sinto abandonada. A ESPERANÇA VENCERÁ O MEDO. Estou nas mãos de um jovem enfermeiro, filho de pescador, mas no decorrer da sua jornada, rezarei para clarear seus pensamentos, suas caminhadas, sua vida, sua família, sua equipe de governo. Enfim estou com com uma idade e me sinto cansada de tantas promessas e no passar dos anos tenho sido mal cuidada. A luz está acesa nas mãos do jovem enfermeiro que conhece a dificuldade de uma velha cansada idosa de 79 anos. Já recebi meu primeiro conforto de ESPERANÇA, FÉ, OTIMISMO, no desejo que todos os meus filhos reconhecerão que valeu a pena acreditar no novo com a cara do povo. Minha idade, minha experiência, tão cansada nesse final da estrada não penso jamais desistir, porque acredito no jovem enfermeiro que cumprirá suas trajetórias e chegará no término do seu compromisso onde iniciou em Janeiro/2017 até 2020. 

Apesar da minha idade venho assistindo minhas raízes familiares meio desestimulados com tamanhas dificuldades. É um tal de SUS, FUNDEB, CONVÊNIO, CALC, INADIMPLÊNCIA, mas minha idade cansada ainda consigo enxergar um novo horizonte para os próximos meses mesmo sabendo que querem me dizem que eu, não tenho mais jeito, e que sou desmotivada pela minha certa idade. Enquanto tiver forças nos meus músculos, poder abrir os braços movimentar minhas pernas, conversar com as pessoas enfim vou acreditar nesse novo comandante que precisa de vocês e no final de 2020, voltar a contar minha história. Agora vou repousar até breve. Autor desconhecido.


Carcaça do Navio Aline Ramos, cartão postal de uma das praias de Tutóia-Ma, Praia da barra.

IEMA implanta Comissão de Reforma do Ensino Médio

Reitoria

A reforma do Ensino Médio é uma mudança na estrutura do sistema atual
Com o objetivo de se adequar às mudanças instauradas pela reforma do Ensino Médio, previstas para vigorar em novembro, o Instituo de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) realizou, na última sexta-feira (22), reunião na Pró-Reitoria do Instituto para assinatura de protocolo de convênio, no intuito de formalizar a criação e implantação da Comissão de Reforma do Ensino Médio do IEMA (Cremi).
Constituída pela equipe técnica da Pró-Reitoria de Ensino e pelo Núcleo Estratégico, a Cremi é formada pelos professores João Batista Ericeira, da Escola Superior de Advocacia dos Advogados do Brasil/Seccional Maranhão (ESA/OAB-MA); José Rossini Campos do Couto Corrêa, do Centro Universitário de Formação Superior de Brasília (IESB); e pela chefa de gabinete do IEMA, Eneida Erre. A comissão é presidida pelo professor da Escola de Formação de Governantes, Raimundo Palhano.
O reitor do IEMA, Jhonatan Almada, presente na reunião, explicou que o Instituto tem se preocupado em fazer ajustes para que o currículo do ensino médio técnico esteja em plena sintonia com o previsto na reforma. “Nós já temos elementos da lei que reformou o ensino médio, com os quais podemos trabalhar no intuito de preparar nossa estrutura curricular, visando total adequação e melhorias”, disse.
Sobre a reforma do Ensino Médio
A reforma do Ensino Médio é uma mudança na estrutura do sistema atual. Ao propor a flexibilização da grade curricular, o novo modelo permitirá que o estudante escolha a área de conhecimento para aprofundar seus estudos. A nova estrutura terá uma parte que será comum e obrigatória a todas as escolas (Base Nacional Comum Curricular) e outra parte flexível. Com isso, o Ensino Médio aproximará ainda mais a escola da realidade dos estudantes à luz das novas demandas profissionais do mercado de trabalho. E, sobretudo, permitirá que cada um siga o caminho de suas vocações e sonhos, seja para seguir os estudos no nível superior, seja para entrar no mercado de trabalho.
Via Minard

Desabafo de um Conselheiro Tutelar afastado de suas funções

Extraído na página do facebook, o desabafo do Conselheiro "Milson Medeiros Gomes" do Conselho Tutelar, afastado no final de semana, pela Comissão julgadora do CMDCA-Tutóia-MA.
Eu, Milson Medeiros Gomes, conhecido como Milson do Comum, tomo a decisão de compartilhar, a dor e o sofrimento que vivo hoje, com as pessoas que ainda se preocupam com injustiças, abuso de poder e o uso da máquina pública para objetivos pessoais e com aquelas que confiaram em mim, me escolhendo pelo voto livre e consciente, para respresentar a sociedade tutoiense como Conselheiro Tutelar na defesa da criança e do adolescente da nossa cidade.
Por conta da realização de uma eleição interna do Conselho Tutelar, conducida pelo Colegiado daquela entidade, para a escolha de um novo presidente, onde a maioria me escolheu (dos 5 votos tive 3 votos), dois conselheiros, a minoria, me denunciaramao CMDCA de ter cometido infração naquela eleição. Uma denuncia sem sentido, sem nexo, e que não properaria, assim achava por acreditar que o CMDCA nunca aceitaria tal denuncia ardilosa.
Apos a montagem da denuncia, o CMDCA foi criado, pois sequer existia, foi montado então um tribunal para procesar o meu julgamento.
Na verdade, o que eu e dezenas de pessoas são testemunhas é que o CMDCA foi criado e passou a atuar nos poroes do governo municipal (acredito que o senhor prefeito não saiba desta "máquina de poder" instalada ao lado do seu gabinete), como se vera a seguir.
Por mais inacreditavel que possa parecer a maioria dos membros do CMDCA, 6 dos 8 membros, todos os 6 com algum vinculo de dependencia financeira com a prefeitura, o que me faz pensar que alguem muito forte do governo municipal, se não o senhor prefeito, mas alguem muito forte do governo estaria por tras desta decisão, me afastaram definitivamente da minha função de Conselheiro Tutelar, para o qual fui reeleito pelo voto direto da população na ultima eleição em 04/10/2015 com mandato até 09/01/2020.
Não cometi qualquer infração disciplinar no Cosenlho Tutelar. Nao realizei eleição para escolha da diretoria da minha entidade. Apenas votei e fui votado sendo eleito Presidente pela maioria dos membros do colegiado. Fui eleito pelo voto de homens e mulheres em processo democrático para Conselheiro Tutelar. O Conselho Tutelar é autonomo para se dirigir e desempenhar suas responsabilidades, estando subordinado às decisões do Ministério Público (fiscal da lei) e, especialmente do Judiciário.
É importante destacar que quando houve a eleição para esocolha do seu presidnete, em 05/05/2017, sequer existia o CMDCA. Esta entidade não funcionava. Depois é que o mesmo foi recriado. Mesmo assim, o CMDCA não tem competencia para julgar infrações disciplinares de membros do Conselho Tutelar, muito menos de ações internas ou tarefas conduzidas pelo Colegiado do Conselhho Tutelar, como foi o caso da eleição para a sua diretoria.
O mais inacreditavel é que idealizaram um processo, tendo como "RELATOR" um advogado - Kelson Veras, mentor "juridico" de toda a "estrada" montada para os demais membros do CMDCA "acompanharem".
Dos oito membros do CDMCA apenas dois membros votaram pela minha inocencia, contrariando o voto do advogado Kelson Veras.
Os demais seis membros, votaram concordando com o voto do advogado Kelson Veras que defendeu a cassação da minha função como Conselheiro Tutelar.
Quem é Kelson Veras. Sinplesmente CHEFE DE GABINETE DA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DA PREITURA DE TUTÓIA, SUBORDINADO DIRETO DO SECRETARIO ALUISIO ROCHA QUE POR SUA VEZ É SUBORDINADO SO SR. PREFEITO MUNICIPAL, ROMILDO DAMASCENO. 
Mesmo se o CMDCA fosse competente para atuar neste processo, não obtiveram qualquer prova que eu tenha cometido qualqer infração disciplinar.
Me condenaram e me tiraram o maior sonho de minha vida. Quem me conhece sabe que isto é verdade, o maior sonho de minha vida é terminar o meu mandato, é continuar defendendo os Direitos da Criança e do Adolescente como sempre fiz desde o primeiro dia em que assumi o meu primeiro mandato em 01/07/2010 até hoje.
Mas, infelizmente, a máquina do poder publico municipal, de forma formal e informal, de forma escancarada é usado para cometer injustiças e interferir na vida dos cidadaos da forma mais repugnante.
Nestes ultimos sessenta dias de sofrimento a minha casa foi visitada varias vezes por carros contratados e pagos pela prefeitura de Tutóia a exemplo do carro que presta serviços para a Assitencia Social, para a Saude, a exemplo de funcionários que prestam serviços na Secretaria de Administração com o objetivo de me notificarem.
Vejam como foi o "tribunal" que foi montado para me julgar e me condenar sem motivo ou qualquer prova para eu perder a minha função de Conselheiro Tutelar. Veja como é composto o "pleno" (os membros) do CMDCA que deveria ser uma entidade autonoma mas que na pratica é dominada pela máquina do governo municipal (mesmo que seja à revelia do sr. prefeito muniicpal). 
1) Maria Beatriz Araujo Ramos - Presidente do CMDCA e acumula o cargo de Presidente da Comissão Processante. Esta entidade tem a responsabilidade de receber recursos da Prefeitura de Tutóia sendo vinculada com esta finalidade a Secretaria de Administração, cujo Secretario é o Sr. Aluisio. Votou seguindo o voto do advogado Kelson Veras.
2) Adailde Araujo da Silva - É membro e Secretaria do CMDCA, também tem a responsabilidade de secretariar o "tribunal" montado para o meu julgamento. Trabalha contratada (não concursada) na Creche Vovo Elza Baquil. Votou concordando com o voto do advogado Kelson Veras pela perda da minha função no consleho tutelar. 
3) Kelson Veras Silva - É membro do CMDCA. Acumulando no dito tribunal a função de relator. O advogado nada mais é do que o CHEFE DE GABINETE DA SECRETARIA DE ADMISTRAÇÃO DE TUTÓIA tendo como Chefe imediato o Secretario Aluisio Rocha, subordinados do Prefeito Romildo Damasceno. Kelson Veras, Como relator deste tribunal apresento o voto inicial pela perda da minha função de Conselheiro Tutelar.
4) Lucilda Oliveira Carvalho, è membro do CMDCA. É também CHEFE DE GABINETE DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DA PREFEITURA DE TUTÓIA. Votou acompanhando o voto do advogado Kelson Veras, pela perda da minha função.
5) Antonia Resende de Sousa, é membro do CMDCA e também é CHEFE DE GABINMETE DA SECRETARIA DE ASSISTENCIA SOCIAL. Votou acompanhando o voto do advogado Kelson Veras.
6) Jeferson Antonio mesezes, é membro do CMDCA e é SECRETÁRIO ADJUNTO DA SECRETARIA DE SAUDE DA PREFEITURA DE TUTÓIA. Votou acompanhando o voto do advogado Kelson Veras, pela perda da minha função.
7) Paulo Cesar Teixeira dos Santos, é membro do CMDCA. Professor Concursado do Municipio de Tutóia. Votou contrariando o voto do advogado Kelson Veras, defendendo, a incompetencia do CMDCA para aquele processo, a minha inocencia e a minha permanencia na função de Conselheiro Tutelar.
8) Maria do Rosário Silva Ramos, é membro do CMDCA. É Empresaria, Fisioterapeuta. Ausente nesta sessão, mas na primeira sessao que me afastaram votou contraiando o voto do advogado Kelson Veras, defendendo a minha inocencia e a minha permanencia na função de Conselheiro Tutelar.
Cito aqui os arts. 131 e 137 do Estatuto da Criança e do Adolescente - Lei Federal nº 8.069/90 - que dizem tudo:
Art. 131. "O Conselho Tutelar é órgao permanente e autonomo, não jurisdicional, encarregado pela sociedade de zelar pelo cumprimento dos direitos da criança e do adolescente, definidos nesta Lei.
Art. 137 - " As decisões do Conselho Tutelar somente poderão ser revistas pela autoridade judiciária a pedido de quem tenha legitimo interesse."
Por fim, quero ainda adiantar que recorrerei tantas vezes quanto forem necessárias à Justiça para ver os meus direitos respeitados e também para dar um limite às pessoas que entendem que podem fazer tudo em nome do PODER PELO PODER à REVELIA DA LEI. NÃO PODEM!
Tutóia/MA., 20/09/2017
CurtirMostrar mais reações
Comentar
Comentários
Iacy Magalhães de Brito Não deixe por menos um bom advogado resolvi rápido
CurtirMostrar mais reações
Responder
1
Ontem às 10:46
Remover
Dayna Filgueiras Baquil Meu Deus , que absurdo isso tudo , vc é o único na minha visão que cumpre com o seu dever de conselheiro Tutelar .
CurtirMostrar mais reações
Responder
1
Ontem às 11:05
Remover
Socorro Damasceno Santos Injustos! Injustos!
CurtirMostrar mais reações
Responder
1
Ontem às 12:56
Remover
Deuzimar Fonseca Deus é Fiél ele não desampara seus filhos. Pra isso existe justiça e você vai vencer porque ninguém pode mais do que Deus.
CurtirMostrar mais reações
Responder
1
Ontem às 13:00
Remover
Cleiton Lopes Cabral Cabral Vc vai vencer rapaz
CurtirMostrar mais reações
Responder
1
Ontem às 13:12
Remover
Andre Sousa Quem é Kelson Veras Silva mesmo? Infelizmente a máquina pública funciona muito bem em favor de seus administradores. Mas vá a luta parceiro vc vai conseguir vencer. Todos sabem de sua capacidade em frente à essa instituição.
CurtirMostrar mais reações
Responder
1
Ontem às 13:24
Remover
Andre Sousa Pior que ele são os alienados com medo de perder a boquinha que se deixam levar. Esse tal de kelson não passa de mais um incompetente. Um bom advogado derruba esse advogadinho que ainda mija nas Calças. Simplesmente foi favorecido por esse governo e não por capacidade.
CurtirMostrar mais reações
Responder
1
Ontem às 13:29
Remover
Antonio Amaral Dúvidas. Diante da Carta Aberta, preciso entender o que levaram a sua cassação? Mas chegou até a mim algumas informações também não sei se procede, mas gostaria de ter a certeza que foi supostamente violado o Regimento Interno do Conselho ou Estatuto d...Ver mais
CurtirMostrar mais reações
Responder
1
Ontem às 16:27
Gerenciar
Janice Silva Deus está com você, meu amigo! Pode ter a certeza que sempre há algo que nos dá força e ânimo para ultrapassar todas as barreiras. O mínimo que você tem a fazer é acreditar e ter fé . A esperança está sempre presente na fé...não desista não perca a esperança pois com persistência vc chegará a superação d mais ess desafio...
#essesimamaoqfaz👏👏👏👏
CurtirMostrar mais reações
Responder
1
21 h
Remover
Joseane Brasil Deus está contigo! A justiça vai prevalecer.
CurtirMostrar mais reações
Responder
1
19 h
Remover
Ceiça Sousa Uma coisa e certa a justiça de Deus tarda mais nao falha.
CurtirMostrar mais reações
Responder
1
7 h
Remover
Manoel De Araujo Silva Araujo Eu acho q houve um mal entendido sob o regimento do conselho
CurtirMostrar mais reações
Responder7 h
Remover
Sergio Tutoia basta ter Fe e confia em Deus ..a FE e base de tudo
CurtirMostrar mais reações
Responder6 h
Remover
Kelson Veras Silva Eu acho bom me respeitar. Nunca citei nomes de ninguem aqui nem em outro lugar. Se querem saber o que aconteceu e so pegar a copia do processo do Cmdca que verao o que de fato aconteceu. Se a justiça entender que deve recigar a decisao do CMdca que faça.
CurtirMostrar mais reações
Responder6 h
Remover
Kelson Veras Silva Nao me meto em comentarios de baixo nivel propagadas por pessoas que nao tem moral pra escrever o que aconteceu. Atualmente exerço um cargo publico com muito zelo e responsabidade. A decisao do cmdca foi por voto de cada. Se o coletivo assim decidiu e ...Ver mais
CurtirMostrar mais reações
Responder
1
6 h
Remover
Kelson Veras Silva Inclusive quem divulgou esse texto deveria se reportar a etica do seu cargo e se comportar com discriçao .
CurtirMostrar mais reações
Responder6 h
Remover
Kelson Veras Silva Todos os membros do cmdca sao adultos pra entender o que e certo e o que e errado. Peguem o processo e vejam quem de fato montou um tribunal de exceçao no conselho tutelar tutoia.
CurtirMostrar mais reações
Responder
1
6 h
Remover
Kelson Veras Silva Eu trabalho na prefeitura e muito. Sempre realizei meus atos com base na legalidade e por isso acho bom me respeitar.